Seguem abaixo as orientações sobre como preencher a planilha de frete.

As colunas que devem ser preenchidas são as destacadas em verde.

Coluna A: estado

Coluna B: indica se aquela faixa de CEP é Capital ou Interior

Coluna C: indica o CEP inicial

Coluna D: indica o CEP final

Coluna E: não preencher.

Coluna F: preencher com o peso mínimo. Se não houver peso mínimo, preencher com 0 (zero).

Coluna G: preencher com o peso máximo.

**Nas colunas F e G o peso deve ser inserido em gramas, ou seja, se o peso mínimo for 30kg e o máximo for 100kg, deve ser preenchido 30000 e 100000. Preencher apenas com o número, sem kg.

Coluna H: preencher o preço do frete para aquela faixa de CEP.

**Não inserir cifrão e não usar vírgula como separador da casa decimal. Usar ponto. Exemplo: se o preço for R$ 100,50, preencha 100.50

Coluna I: não preencher.

Coluna J: não preencher.

Coluna K: não preencher.

Coluna L: preencher com o prazo de entrega para aquela faixa de CEP.

Coluna M: não preencher.

Coluna N: não preencher.

Importante

Você pode inserir novas linhas e preencher de acordo, se for necessário. Alguns casos em que isso pode ocorrer:

  1. Se a empresa tem preços diferentes de acordo com o peso.
    Exemplo: A empresa cobra R$ 30 de frete para SP para entregas com até 30kg, R$ 40 para entrega com até 60kg e R$ 50 para entrega com até 90kg. Nesse caso você vai duplicar a linha e alterar as colunas de peso mínimo, peso máximo e preço.

  2. Se a empresa divide os preços por faixas de CEP diferentes das da planilha.
    Exemplo: A minha empresa cobra valores diferentes de acordo com a cidade. Nesse caso você precisará inserir linhas com as faixas de CEP de cada preço.

  3. Exemplo 3: se a empresa tem prazos diferentes para CEPs diferentes.
    A empresa demora 3 dias para entregar no litoral de SP e 5 dias para entregas nas outras regiões. Nesse caso você deve inserir linhas com as faixas de CEP para cada prazo.

Encontrou sua resposta?